Top Ad 728x90

sábado, 7 de julho de 2018

A artista Júnia Azevedo se apropria da imagem da boneca Barbie, tão carregada de simbologias ligadas aos estereótipos femininos, para colocar em xeque as expectativas que envolvem o universo das mulheres.

“Como transformar uma Barbie, uma princesinha ou um cordeirinho de presépio na guerreira que a vida real exige?”, questiona. Sua nova exposição, batizada de “Quanto de Hipólita”, começa hoje no Espaço Cultural Correios Niterói, no Rio, e segue até 8 de setembro. ⠀

Nas fotos, concebidas por Junia e clicadas por Diogo Calil, as bonecas são modificadas e expostas a situações cheias da brutalidade do cotidiano. “Júnia nos transporta a um universo onde o lúdico e a ficção se fundem, permeados de símbolos e lembranças de infância. As bonecas nos convidam a entrar num estranho jogo entre o real e o imaginário”, conta Lia do Rio, curadora do projeto.⠀

Foto: Diogo Calil (@diogocalil)⠀

0 comentários:

Postar um comentário

As Mais Lidas

Top Ad 728x90